Terças - das 21 às 23h com Valdemar Engroff e Luigi Cerbaro
Sábados - 20h30 às 10h30min com Valdemar Engroff

terça-feira, 11 de fevereiro de 2020

Alvorada! O pequeno Cauê está precisando de ajuda. Vamos ajudar?

Créditos! Jamile / www.vakinha.com.br       
Buenas gauchada do Rio Grande e de toda esta terra em redor. Este pedido (abaixo) de ajuda nos foi remetido pelo amigo, vizinho e parceiro Wilson Rocha, que conhece a Jamile, sua família e a situação difícil que está passando.

Este chasque está no sítio oficial da VAKINHA. A família está pedindo ajuda para poder seguir com o tratamento do pequeno Cauê e para a família poder se equilibrar novamente e ter novamente um pouco mais de qualidade de vida.

Quem não tem cartão de crédito existe a possibilidade de colaborar via BOLETO. Quem tem muito pode ajudar com mais. Quem tem pouco, pode ajudar com  valor mais modesto e o mínimo aceito pelo sítio da Vakinha é de R$ 25,00. Mas, sempre lembrando, ajude de acordo com o que teu coração mandar....

E para ajudar basta abrir as porteiras clicando em https://www.vakinha.com.br/vaquinha/caue-jamile-araujo-do-nascimento      

Boa sorte Jamile, Cauê e toda família!

Valdemar Engroff - Programa Gritos do Quero Quero da Rádio Acácia FM - a primeira de Alvorada (RS)

..............................................................................
Me chamo Jamile, tenho 42 anos, sou a mãe do Cauê... 

Ele nasceu de 38 semanas em 4/7/2018, um guri lindo, parecia um índio com aqueles cabelos negros escorridos, bochechas rosadas, olhar profundo,era perfeito... 

Jamais pensei que passaríamos tanto trabalho, com sua saúde... Mais ou menos aos 40 dias, ele começou a vomitar em demasia, primeiramente achei que era normal, porque minha primeira filha, também vomitava, mas mesmo assim levei ele no pediatra e foi diagnosticado com refluxo, até aí tudo bem, ouvi dizer que quase todos os bebês, nascem com refluxo, só que daí em diante, não saímos mais dos médicos, hospitais, atendimentos de emergência, e tudo o mais que possam imaginar... 

Até que foi diagnosticado, com esôfago inconsistente, achei que isso teria cirurgia, fizeram eu fazer dieta do leite, porque acharam que ele era APLV (alérgico a Proteína do leite de vaca), até que resolveram tirar o mamá do peito dele, porque fazia mal, ele aspirava para os pulmões... 

Achávamos que havia acabado, só que ele continuou ficando doente cada vez mais, até que finalmente em dezembro, ele foi diagnosticado com disfagia alimentar, seguido de mais duas doenças "recusa alimentar e síndrome aspirativa"... 

Ele não pode tomar um gole de água sequer, ou melhor, nenhum líquido na sua forma original... As comidas tem que ser amassadas, as bolachas e bolos picados em mil pedacinhos, nada pode ser dado nas mãozinhas dele, para ele próprio comer... Ele toma uma medicação em jejum, que é uma cápsula, que não pode ser amassado, nem esmagado, nem triturado, e tem que ser consumido em até 30 minutos, senão perde o efeito... É uma pressão viver assim... 

Resumo da ópera, tive que tirar ele da escolinha. Na verdade nunca foi direito, porque estava sempre doente. Parei de estudar, trabalhar, sair, viver e quase respirar, há quase 1 ano e meio... Estou com quase 20,000,00 de dívidas, eu e o papai dele, não sabemos o que fazer pois moramos de aluguel, estou com  água, luz e etc, tudo parcelado e atrasado, não poderei voltar a trabalhar, até a sua cura. O que pode durar de 6 meses a 3 anos

Então resolvi pedir ajuda, porque realmente estou com medo de ser despejada, todo o começo de mês... Não consigo mais honrar minhas contas fixas e nem pagar o que devo... E ele continua precisando da minha total atenção... Obrigada a todos que puderem nos ajudar...