sexta-feira, 26 de maio de 2017

Programa Show da Comunidade! Quadro O Bolso da Bombacha nº 15

Este é o 15º  chasque O Bolso da Bombacha, aqui no programa Show da Comunidade e outros programas da grade da Rádio Acácia FM – a Primeira de Alvorada.

Crédito! www.guaposecia.com.br

O nosso linguajar é o tradicional gauchês, o mesmo que usamos no nosso sítio sobre finanças - O Bolso da Bombacha. É como se estivéssemos ao pé do fogo de chão, tomando um mate ou escutando uma milonga ou então, apreciando o dedilhar de uma cordiona.   

E a nossa charla de hoje, foi publicada no sítio O Bolso da Bombacha, no dia 14 de fevereiro de 2010, como segue.....:

 

 
Bueno! Hoje saiu um chasque no jornal Correio do Povo de Porto Alegre (RS), do qual sou assinante, nas páginas que abordam a Economia, a respeito da inadimplência do cidadão brasileiro no mês de agosto. Leia a baixo:

INADIMPLÊNCIA SOBE 11,5% EM AGOSTO

São Paulo - A inadimplência do consumidor brasileiro avançou 11,5% em agosto em relação ao mesmo mês de 2009, informou ontem a Serasa Experian, especializada em análise de crédito. É o maior crescimento na comparação anual desde 2005. Em relação a julho, houve alta de 1,8%. Conforme a empresa, o resultado foi puxado pelo aumento do consumo durante a Copa do Mundo de Futebol. As dívidas ligadas a cartões de crédito e financeiras subiram 5,9% em agosto em relação a julho, e as dívidas com bancos avançaram 1,1% no período, informou o levantamento.

Bueno! A conclusão é bem simples:

1 - Tudo gira em torno de marketing. Especialistas desta área fazem a cabeça do consumidor e este se convence dos argumentos que são sugeridos.... e vai às compras;

2 - Indo às compras, estas são feitas por impulso e os artigos comprados muitas vezes não são necessários, tornando-se estorvos dentro dos seus ranchos (residências);

3 - Não tendo condições de efetuar os pagamentos à vista, devido à falta de planejamento, controle financeiro e orçamento doméstico na ponta do lápis, não tem problema, pois o comerciante vende em boas condições, tuuuuuuddddo sem entrada e sem acréscimo. E nestas condições, pode-se até trocar de carro, já que o vizinho trocou o seu por um zero quilômetro na semana passada.....

4 - E assim vai o vivente, engrossando o percentual dos ENDIVIDIDADOS, dos que alguns meses depois se escondem do oficial de justiça, da busca e apreensão por FALTA DE PAGAMENTO. E é indo por este caminho que o peão e a prenda se inserem no chasque publicado no Correio do Povo.

Mas tudo isso tem volta, fazendo com que o peão e a prenda aprendam a mudar a cor da sua conta bancária: trocando o VERMELHO pelo AZUL. Algumas dicas:

1 - Em vez da GASTAR o seu dinheiro, o vivente deve GOSTAR mais do seu dinheiro, pois para ganhá-lo, é sob muito suor e cansaço.

2 - Estando na pindaíba, com a corda no pescoço, ou seja devendo uma vela para cada santo em um pacote para Nossa Senhora, o vivente deverá se reorganizar e RENEGOCIAR as suas dívidas, com o firme propósito de pagar todas elas.

3 - Mas para isso, o vivente deve fazer um orçamento doméstico. Não tendo computador, faça numa folha de papel. E corte despesas desnecessárias, pois, levando na ponta do lápis, a peonada verá o quanto é gasto em bobagens, principalmente nas pequenas coisas e nos pequenos valores.

4 - Quitadas as dívidas, faça um firme propósito de SE PAGAR PRIMEIRO e para isto existem diversos produtos no mercado: começando pela poupança, CDBs, previdência privada, ações em bolsa de valores, produtos do tesouro direto. E se o vivente tem o tino comercial de compra e venda de imóveis, este é um bom filão para ganhar dinheiro (compra na baixa e venda com lucros), etc.

5 - E se mesmo assim ainda és um consumidor que usa o cartão de crédito, saiba que os administradores deste tipo de dinheiro (dinheiro virtual ou de plastico) são os campeões de juros altos por contas não pagas ou pagas pelo mínimo estipulado na fatura. É inadmissível que o vivente deixe o seu dinheiro na poupança, rendendo 0,65% ao mês e pague 14,99% de juros por uma fatura não paga do cartão de crédito.

5.1 - Não caia nesta, pois o 99% dos gerentes de bancos vão te oferecer um ótimo produto (ótimo somente para o banco), que é o TITULO DE CAPITALIZAÇÃO. Então, fique com a poupança, pois nesta tu podes fazer os resgates após trinta dias (após o rendimento) e o título de capitalização, por oferecer sorteios e prêmios, é considerado pelos especialistas apenas um jogo de azar e o TEU DINHEIRO não deverá ser aplicado num jogo, pois, jogo não se faz em agência de banco e sim numa casa lotérica. E tem outra. Tu ficas preso por um prazo estipulado, digamos, 24 meses. E se precisar resgatar antes, terás dificuldades para fazê-lo e o rendimento provavelmente será menor que o da poupança.

6 - Para o vivente que volta e meia entra no cheque especial, a regra é a mesma, pois o juro cobrado pelo banco é o segundo maior, pois apenas perde para o percentual cobrado pelos cartões de crédito.

7 - Te reorganiza financeiramente e projeta os teus sonhos e objetivos. Mas realize-os somente quando tiveres os cobres (dinheiro) suficientes no bolso da tua bombacha. Isto também vale na troca do teu carro usado por um zero quilômetro....

Conclusão! Lamentavelmente 99% dos consumidores do nosso país, correm o risco de se enquadrar teor do chasque publicado no jornal Correio do Povo. E este percentual precisa baixar. Acho também que 99% dos que acessam este sítio e outros que tratam do assunto, tem sob rédia curta (controle) as suas finanças e realizam os seus sonhos sem impulso, o que já é um bom começo. Então, que comece por nós, que temos a faca e o queijo na mão, com o objetivo de disseminar com a publicação de chasques (textos) nos nossos sítios, que abordam a educação financeira no linguajar que o povo consiga entender e colocar em prática.

Baita Abraço

Valdemar Engroff - o gaúcho taura
 ...............................
 Nosso Comentário!

O chasque acima daqui há pouco estará completando sete anos.

Mas o assunto que abordamos lá em 2010, não está caduco, não está obsoleto, ou seja, continua absolutamente atualizado para os dias de hoje.... ser um vivente com dívidas, desde que boas dívidas, ótimo. Mas estar inadimplente, não conseguindo pagar os seus débitos, onde muitos destes são feitos em compras por impulsos, levam o vivente à insolvência, ou seja, à bancarrota....

Boa dívida? Tem isso? Sim. Por exemplo o vivente adquirir um bem financiado e com este bem conseguir geração de renda..... Por exemplo, antigamente era só o veículo para táxi. Hoje temos mais opões em aplicativos, entre os quais o Uber......

Além disso, uma pessoa endividada nunca vai conseguir formar um colchão de investimentos. Formar uma reserva de emergência e muito menos, vai conseguir investir dinheiro para fins de aposentadoria complementar ou então, para fazer as suas compras planejadas e à vista e com bons descontos na nota fiscal....

Baita e cinchado Abraço 

Bueno! Eu sou o tradicionalista Valdemar Engroff, e este é o 14º chasque sobre O Bolso da Bombacha aqui no Show da Comunidade da Rádio Acácia FM, a primeira de Alvorada.  

Este chasque publicamos no nosso sítio sobre finanças pessoais em tom gauchesco - O Bolso da Bombacha e também postamos no sítio do Programa Gritos do Quero Quero. Abra as porteiras clicando em www.programagritosdoqueroquero.blogspot.com.
Visite o primeiro e provavelmente o único sítio sobre finanças com abordagem gauchesca, O Bolso da Bombacha, clicando em www.obolsodabombacha.blogspot.com